O que é Coronavírus (COVID-19)?

O novo agente do coronavírus (COVID-19), descoberto na China, no dia 31 de dezembro de 2019, vem de uma família de vírus (CID10) que causam infecções respiratórias.

Grupo de risco

  • Idosos

  • Pessoas com doenças cardiovasculares

  • Quem tem doenças respiratórias crônicas

  • Quem tem insuficiência renal crônica

  • Hipertensos

  • Diabéticos

 

Transmissão

Pode ocorrer através de:

  • Gotículas de saliva;

  • Catarro;

  • Espirro;

  • Contato pessoal próximo, como toque, aperto de mão, beijo etc.;

  • Tosse;

  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

Sintomas (por ordem decrescente de frequência)

  • Febre;

  • Tosse seca;

  • Dores musculares ou fadiga;

  • Expectoração;

  • Falta de ar;

  • Dor de cabeça ou tontura;

  • Diarreia, náusea ou vômitos.

 

Fique atento se você

  • Chegou do exterior e apresenta febre e pelo menos um sintoma respiratório nos últimos 14 dias;

  • Esteve em uma área com casos confirmados e está com febre e pelo menos um sintoma respiratório nos últimos 14 dias;

  • Teve contato próximo com caso suspeito ou nos últimos 14 dias e que apresenta febre ou algum sintoma respiratório.

 

Tratamento

Ainda não existe um tratamento específico, mas é indicado repousar e consumir bastante água, usar medicamentos para dor e febre e tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garganta e da tosse.

Prevenção

  • Evite cumprimentar com aperto de mãos, abraços ou beijos;

  • Evite levar as mãos ao rosto após tocar superfícies ou outras pessoas – antes, higienize suas mãos;

  • Higienize as mãos com água e sabão ou álcool gel 70% (manter um frasco de álcool gel consigo é uma ótima estratégia);

  • Não compartilhe objetos pessoais (toalhas, copos, talheres);

  • Evite reuniões desnecessárias com um grande número de pessoas, seja no transporte público, em eventos, em academia ou templos;

  • Mantenha uma distância de cerca de dois metros de quem apresenta sintomas gripais;

  • Se acostume a tossir sempre na parte de dentro do antebraço/cotovelo, para evitar contaminação pelas mãos;

  • Se tiver febre e/ou tosse, use uma máscara para evitar a contaminação do ambiente e das demais pessoas.

 

“Tenho consulta, exame ou cirurgia agendada, o que devo fazer?”

Cirurgia – O beneficiário deverá conversar com seu médico para decidirem juntos se é possível adiar ou não.

Consulta – Se não for urgente, o indicado é cancelar, para evitar exposição ao risco de contágio.

Exame – O beneficiário deverá também conversar com seu médico para decidirem juntos se é possível cancelar ou não.

Fonte: Dr. Luís Fernando Waib – médico infectologista e diretor técnico do Hospital Beneficência Portuguesa; Ministério da Saúde do Brasil; Organização Mundial de Saúde (OMS).