O Programa Mais Médicos vai levar profissionais de saúde a regiões carentes, principalmente nos municípios do interior e na periferia das grandes cidades. A prioridade nas vagas são para médicos brasileiros, e somente as que não forem preenchidas ficam para os estrangeiros. Com isso, o programa pretende aumentar a número de vagas na graduação e residência, além de melhorar a formação médica e atrair profissionais para áreas carentes. Os profissionais receberão uma bolsa de R$ 10 mil mensais, e, os médicos que precisarão se deslocar de estado ou município receberão ajuda de custo para moradia e alimentação no local escolhido. Na primeira etapa do programa foram inscritos mais de 1.600 profissionais, desses, 522 são estrangeiros.